Poetagem no seu e-mail!

Estágio

Já tive metas a atingir
tive fôlego de ser do contra
tentei mudar destinos
quis derrubar ditaduras
acendi velas a Deus e desafiei o diabo
sempre tentando acertar
... errei.

Camarada Mário

Tu és verso
és talento em forma de homem
és múltiplo completo... a arte
tu és o século
o bom do século
és a poesia fina clara brejeira única
és o canto simples e gentil
és firme
como é firme tua vida
construída com a foice
o martelo
e o vermelho do teu sonho.

Cúmplice II

De repentecomo uma ostra o poeta sai da casca
e em forma de versos... mostra-se
alheio ao que pensam e ao que buscam
chora dores que nunca sentiu
pena por amores que nunca teve.

Retornare

Pus meus olhos
onde minha vista não podia alcançar
tudo era o longe de mim... era o caos
tentei tornar-me...
era tarde demais
já havia nuvens a me separar de mim

À flor da pele

Senti fome, comi
frio me cobri
senti sede, bebi
tudo que fiz foi assim
sempre o ato